Entrevista com Ana Carolina Gamba, da A Matinée



Ana Carolina Gamba, fundadora de A Matinée inaugura a série de entrevistas com empreendedores CMM, publicadas na revista Nice. 

12064255_927935137281092_521654606_nAo fundar a empresa, Ana (foto) tinha o sonho de oferecer para as pessoas algo diferenciado na área de organização de festas. Ao mesmo tempo, procurar própria felicidade.  ” Uni o belo com a minha vontade de continuar a tratar com o ser humano, tornar real aquilo que mora na imaginação de cada criança e de cada mãe”, diz.

Nesta entrevista, ela explica os detalhes desta trajetória, sua visão do negócio e o que está muito além dele: “Acabo me tornando uma amiga, partilho confidências, acalmo, vibro junto com cada nova ideia para a festa e, de verdade, amo que seja assim. Essa é uma particularidade que pretendo levar para sempre.”

Acompanhe a integra da entrevista

Como surgiu a ideia da A matinée? Conte-nos os primórdios.

A Matinée surgiu em um momento da minha vida em que tudo precisava mudar. Há 13 anos trabalhava no difícil mundo do Direito, que a cada momento me parecia que não combinava comigo. Com a maternidade, comecei a me questionar se eram aqueles valores, aquela energia, aquele tipo de vida que gostaria de apresentar para minha filha. A resposta foi um sonoro NÃO, cheio de convicção.

Fui buscar cursos em áreas que me despertavam interesse, não havia nada muito claro na minha cabeça. Fiz curso de fotografia, confeitaria, flores, decoração. Ficou óbvio que era algo ligado a beleza estética e emocional que me fazia bem.

Assim, criar A Matinée aconteceu naturalmente. Uni o belo com a minha vontade de continuar a tratar com o ser humano, tornar real aquilo que mora na imaginação de cada criança e de cada mãe.

Hoje meu trabalho se resume a levar alegria para as pessoas.

Quais as ideias que você aplica na A Matinée para oferecer uma nova
visão de festas?

É muito importante ouvir a cliente, criando uma nova festa a cada projeto. Estou sempre próxima da minha cliente, desde o primeiro contato, ainda sem qualquer compromisso firmado, gosto de conhecê-la pessoalmente, entender do que ela gosta, o que ela espera de mim, qual é o sonho que mora dentro dela e o que ela espera que eu transforme em realidade. Acabo me tornando uma amiga, partilho confidências, acalmo, vibro junto com cada nova ideia para a festa e, de verdade, amo que seja assim. Essa é uma particularidade que pretendo levar para sempre.

Minhas festas são aconchegantes e, até certo ponto, bem simples. Gosto sempre de valorizar itens feitos à mão, muito artesanato, cores, flores naturais, itens que remetam ao que a família gosta, enfim, a festa tem que ter a cara de seus donos. É importante mostrar para a mãe que o importante para a criança é se sentir acolhida, amada, que para ela basta o bolo, a vela, balões, cores e aquele personagem que ela gosta. A missão da A Matinée é lembrar sempre que o importante na festa são nossos pequenos.

Por que uma festa é importante para todas as idades e como A Matinée oferece estas soluções?

Tem coisa mais gostosa nesse mundo do que chamar os amigos para comer bolo e brigadeiro, para brincar até dizer chega e ainda por cima ganhar presentes? Quem não gosta disso? Que idade não gosta disso? Todo mundo ama!

Para A Matinée não existe festa pronta. Como estou muito próxima da família desde o início, sinto e entendo o que eles querem e do que precisam, então as soluções oferecidas são infinitas…

Fiz uma festa há algum tempo que testou meus “pré-conceitos”. A mãe do Miguel me ligou e disse que o filho queria uma festa com 3 temas diferentes, que não tinham a menor relação entre si. Minha primeira reação foi dizer que isso não era possível. Passados 5 minutos me perguntei: Por que não é possível? Isso é o que Miguel sonha e eu estou aqui, não para limitar seu sonho ou dizer que ele não é possível, eu estou aqui para transformar em realidade. E lá fomos nós produzir uma festa que misturava a pegada vintage do PAC MAN, os Carros da Disney/Pixar e ainda por cima Angry Birds! Ele e eu ficamos totalmente realizados! E quem disse que não pode? Pode sim, para a criança, tudo pode!

Qual a sua visão de futuro em relação a A Matinée?

Eu espero para o futuro da A Matinée o que eu espero para o futuro da humanidade: amor, amizade, companheirismo, simplicidade, brincadeiras. Foi para isso que deixei para trás uma carreira de mais de 10 anos, para ser e fazer feliz, para me incluir e estar junto no sonho de uma família, para lembrar que o simples feito com amor, cor e chocolate vale muito. Quero muito que A Matinée cresça, entretanto isso não vai de forma nenhuma alterar a estrutura e a forma de criar da empresa.

Quais os diferenciais que deve ter uma festa?

O principal diferencial para uma festa bacana à beça é o respeito àquilo que a criança e os pais desejam, aquilo que eles sonham. Difícil falar em um diferencial, cada festa é toda diferente.

Acesse o site implantado pela CMM Interativa: www.amatinee.com.br

(Entrevista a Manoel Fernandes Neto)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>